O que é Ação em tesouraria

Introdução

Ação em tesouraria é um termo que se refere a uma parcela de ações que uma empresa mantém em sua própria tesouraria. Essas ações são consideradas propriedade da empresa e, portanto, não são contabilizadas como ativos em circulação. As ações em tesouraria podem ser adquiridas por meio de recompra de ações no mercado aberto ou podem ser ações não emitidas que foram reservadas para uso futuro, como para pagamento de bônus de funcionários ou para financiar aquisições futuras.

Por que as empresas compram ações em tesouraria?

Existem várias razões pelas quais uma empresa pode optar por comprar suas próprias ações e mantê-las como ações em tesouraria. Uma razão comum é reduzir o número de ações em circulação, o que pode aumentar o valor das ações restantes. Isso pode ser uma maneira eficaz de retornar capital aos acionistas sem pagar dividendos.

Como as ações em tesouraria afetam a empresa?

As ações em tesouraria têm um impacto significativo na estrutura de capital de uma empresa. Como essas ações são consideradas propriedade da empresa, elas não são contabilizadas como ativos em circulação. Isso significa que elas não têm direito a voto e não recebem dividendos. No entanto, elas podem ser reemitidas no futuro, o que pode fornecer à empresa uma fonte valiosa de capital.

Como as ações em tesouraria são contabilizadas?

As ações em tesouraria são contabilizadas como uma dedução do patrimônio líquido no balanço patrimonial de uma empresa. Elas são registradas pelo custo de aquisição e não pelo valor de mercado. Se a empresa decidir vender ou reemitir essas ações no futuro, qualquer diferença entre o preço de venda e o custo de aquisição será registrada como um ajuste ao patrimônio líquido.

Quais são as vantagens das ações em tesouraria?

Existem várias vantagens em manter ações em tesouraria. Primeiro, elas fornecem à empresa uma maneira de retornar capital aos acionistas sem ter que pagar dividendos. Segundo, elas podem ser usadas para financiar aquisições ou para pagar bônus de funcionários. Terceiro, elas podem ser usadas para reduzir o número de ações em circulação, o que pode aumentar o valor das ações restantes.

Quais são as desvantagens das ações em tesouraria?

Apesar de suas vantagens, as ações em tesouraria também têm desvantagens. Primeiro, elas reduzem o patrimônio líquido da empresa, o que pode tornar a empresa menos atraente para os investidores. Segundo, a compra de ações em tesouraria pode ser vista como um sinal de que a empresa não tem melhores oportunidades de investimento. Terceiro, se a empresa precisar vender essas ações no futuro, ela pode não conseguir obter o preço desejado.

Como as ações em tesouraria afetam os acionistas?

As ações em tesouraria podem ter um impacto significativo nos acionistas de uma empresa. Se a empresa usar ações em tesouraria para reduzir o número de ações em circulação, isso pode aumentar o valor das ações restantes. No entanto, se a empresa decidir vender ou reemitir essas ações no futuro, isso pode diluir o valor das ações dos acionistas existentes.

Como as ações em tesouraria são regulamentadas?

As ações em tesouraria são regulamentadas pelas leis de valores mobiliários do país em que a empresa está registrada. Nos Estados Unidos, por exemplo, a Securities and Exchange Commission (SEC) exige que as empresas divulguem informações sobre suas ações em tesouraria em seus relatórios financeiros. Além disso, a empresa deve seguir certas regras ao comprar e vender essas ações.

Como as ações em tesouraria são usadas em fusões e aquisições?

As ações em tesouraria podem ser usadas como uma forma de financiamento em fusões e aquisições. Por exemplo, se uma empresa quer adquirir outra empresa, ela pode usar suas ações em tesouraria como parte do pagamento. Isso pode ser uma maneira eficaz de financiar a aquisição sem ter que levantar capital adicional.

Como as ações em tesouraria são usadas em programas de recompra de ações?

As ações em tesouraria são frequentemente usadas em programas de recompra de ações. Nesses programas, uma empresa compra suas próprias ações no mercado aberto e as mantém como ações em tesouraria. Isso pode ser uma maneira eficaz de retornar capital aos acionistas e aumentar o valor das ações restantes.

Conclusão

Em resumo, ações em tesouraria são uma parte importante da estrutura de capital de uma empresa. Elas fornecem à empresa uma maneira de retornar capital aos acionistas, financiar aquisições e pagar bônus de funcionários. No entanto, elas também têm desvantagens, incluindo a redução do patrimônio líquido da empresa e o potencial de diluir o valor das ações dos acionistas existentes. Portanto, as empresas devem considerar cuidadosamente suas estratégias de ações em tesouraria.